"Você é o que escolhe ser. Escolha o amor." Isha

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Quem bate à minha porta?

Já compartilhei antes sobre os hábitos dos meus pensamentos: minha cabeça adora tecer planos onde eu seria feliz se já estivesse casado, tivesse milhares de dólares ou fosse filho do Onassis.

Hoje, ou melhor, de ontem pra hoje, me caiu uma ficha: quando minha cabeça está assim disparada, tentando solucionar questões de ordem prática com qualquer resposta que se me cruze, é hora de parar e sentir. Debaixo das soluções apressadas da mente está uma ansiedade que só some quando desisto de controlar o exterior e abraço meus sentimentos o mais que posso.

Para ser mais específico, hoje, terça-feira, vou fazer outro personagem na nossa peça “Depois daquela viagem”. Temos um elenco grande e ensaiamos substituições, o que significa mudanças e me provoca ansiedade, um comichão pelo corpo tão natural e potente que me assustei e imediatamente meus pensamentos tomaram conta, buscando soluções.

O texto está decorado, as marcas já conheço e inclusive já ensaiei mas minha cabeça continuou preocupada até que eu “baixasse” para ver o que sinto e agora me encontro com esta sensação de montanha russa:

- Muito prazer, sou a Ansiedade! – ela me falou, entrando cheia de malas, com seu vestido suado. Ela é gordinha e fala pelos cotovelos.

- Muito prazer minha querida, sou o Geraldo! Sinta-se em casa, aqui dentro tem bastante espaço para todo mundo.

- Obrigado querido! Só vim te fazer uma visita: trouxe um pouquinho de frio na barriga e tremor nas pernas, só pra temperar um pouco seu dia.

E assim está sendo nossa conversa. Descobri que mesmo com essa visita tão espaçosa eu posso estar aqui, convivendo, sem precisar fugir de “casa” atrás de soluções rápidas.

É o que eu quero compartilhar hoje!

Um grande abraço, meu e de dona Ansiedade!

Geraldo

http://geraldorodrigues.wordpress.com/

------------------------
Obrigada Gera, por este lindo compartilhar!
Equipe do blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário