"Você é o que escolhe ser. Escolha o amor." Isha

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

O Ego: Curar a separação consigo mesmo



Na espiritualidade moderna se fala muito sobre o ego. Eu não me foco tanto no ego, já que tenho visto muitas pessoas ficando aprisionadas na luta conta ele ou tentando destruí-lo. Isto vem de um mal entendido muito comum: a ideia de que o ego é intrinsicamente mau ou até malvado, o que alimenta a crença de separação: a separação de sí mesmo.
   Não há nada de mau com o ego, ele é só uma proteção. O ego compreende a personalidade individual, as máscaras e as defesas que utilizamos para ocultar nossa insegurança. Para explicar isso, costumo usar a seguinte analogia:
   Imagine que você é um ovo de águia. Essa águia bebê que está dentro do ovo representa o amor-consciência, seu verdadeiro eu, seu máximo potencial. Entretanto, você não sabe que a águia existe, pois agora você é só um ovo. A casca representa o ego. A função da casca é proteger aquilo que ainda não está maduro, proteger a águia bebê do mundo até que  esteja pronta. Pode ser que esta casca se apresente como falso orgulho ou arrogância, como insegurança ou falsa humildade.  É a vozinha que sempre te coloca para baixo, te mantendo em sua pequenez, duvidando, desconfiando, preocupando-se. Existe alguma coisa errada com a casca do ovo? Não. Ela só faz o seu trabalho, proporcionando proteção até que a águia tenha crescido e esteja forte. Quando a águia bebê está suficientemente grande, começa a romper a casca. Quanto mais se expõe a luz, mais rápido a casca cai, porque com cada nova rachadura, a águia se dá conta de uma realidade mais ampla, que nunca antes havia conhecido, e portanto cresce seu desejo de libertar-se daquilo que limita seu crescimento. Quando finalmente se libera, a luz a envolve por todos os ângulos, enquanto ela se regozija na glória resplandescente de seu novo reino. Despregando suas asas, ela sabe que já não é a pequenez estreita do ovo, que na verdade ela é a rainha dos céus.
   Na sua viagem para o despertar, não tente destruir o ego nem lutar contra ele, pois ao fazê-lo,  você só está alimentando a separação. Em troca, coloque o foco em cultivar essa majestosa águia que está em seu interior. Quando a sua consciência estiver madura, o ego se desprenderá naturalmente sem nenhum tipo de esforço da sua parte, porque já não existirá mais nada para proteger.

Texto extraído do livro: "Vivir para volar" - Isha - Tradução Sonia Duarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário