"Você é o que escolhe ser. Escolha o amor." Isha

terça-feira, 28 de junho de 2011

RELAÇÕES, O REFLEXO DO NOSSO ESPELHO

Na realidade, as pessoas sempre me perguntam de suas relações, me contam os problemas, que o outro faz isto ou não faz aquilo, ou que alguma coisa faz eles sentirem de uma forma ou de outra.
A verdade é que vocês somente estão acompanhados de vocês mesmos, e sim, já sei, me dirão: "De maneira nenhuma! Eu não sou assim!", e tem uma lista de por que não gostam disto e todas as razões de por que vocês não são assim.
Mas vejamos, sem nos apressarmos tanto em negar: a forma que o outro é, o que te faz sentir? Qual é o julgamento que você tem internamente a respeito do outro ser assim?
Uma coisa é certa: se você não gosta do que vê externamente, tem que remover isto internamente e então o espelho muda. E de repente criará um espelho diferente, um espelho amoroso, uma vez que comece a amar a si mesmo.
Necessariamente não quer dizer que mude de companheiro, não: quer dizer que agora há um espaço para mudança, e que o outro mudará porque eu mudei.
Todos temos esta dualidade. E o interessante é que até que não cheguemos a um determinado nível de consciência, um está refletindo o outro. Porque em realidade tudo é para nós. Tudo é um grande teatro para nossa evolução, e cada um é único aqui.
De modo que se você está refletindo relações conflitivas em sua família, vá para dentro e comece a se amar neste lugar internamente, porque vai continuar criando no externo até que desapareça ou mude dentro, até que isto se converta em amor. Porque quando você ama isto internamente e toma posse disto, já não te afeta mais. Vai olhar isto com amor e verá o medo, o julgamento, mas já não será seu julgamento, já não haverá apego para ser de uma determinada forma, não haverá carga, porque foi embora de dentro de você.
A ironia é que esta pessoa se transforma ou desaparece, pois você já não necessita em seu mundo. As pessoas vão mudando, você criará novas pessoas e outras pessoas se vão, porque já não refletem você. Talvez também estejam evoluindo junto com você.
Quando eu fui embora da Austrália já não era uma pessoa comum, era adiantada para meu tempo. Meus amigos e amigas não eram espiritualizados em nada, talvez um pouquinho, mas agora são. Porque aquele não era o momento deles, queriam continuar com os mesmos jogos sociais de sempre, os mesmos dramas. Eu havia evoluído, e logo eles evoluiram também e agora inclusive estão começando a vir visitar o centro, chegando aqui vindos de todas as partes do mundo.
Foque no amor e tudo se acomodará perfeitamente em seu lugar, e assim, os espelhos mudarão, ou crescerá com seus espelhos.
Esta é a evolução que se expressa nas relações interpessoais, e é infinito o que podemos crescer e evoluir. Se anime a esta aventura interna que dissolverá todas as guerras e dramas externos.
Bem vindos a criar um mundo de espelhos cristalinos luminosos que reflitam puro amor incondicional.
Autora: Isha

Texto traduzido e enviado por Maria Valéria Guimarães
Obrigada Valéria!

Nenhum comentário:

Postar um comentário