"Você é o que escolhe ser. Escolha o amor." Isha

domingo, 3 de março de 2013

Posso superar todas as coisas difíceis e dolorosas que me passaram?



Claro que você pode superá-las, mas deixe de pensar nisso como uma forma de se torturar. Sim, você vai aprender a fazer isso, mas é importante que neste momento você sinta tudo o que emerja como emoção relacionada com estes eventos, mas não para se castigar, não para se culpar, nem se torture gerando sofrimento, mas para deixar que a emoção flua e se limpe. Isto é muito importante, pois o que fazemos geralmente é ignorar toda a emoção e fingimos que tudo está bem, assim tudo vai suave e nos sentimos próximos dos outros ou nos comportamos como acreditamos que temos que ser, mas embaixo está todo o ressentimento ou toda essa ira, muito frequentemente com os que estão mais próximos de nós. É preciso se expressar com clareza e ser real, pois caso contrário, a pessoa começa a se odiar. A verdade voa mais alto e causa unidade, sempre. A proteção aumenta o medo e nos separa.

Ser agradável, ser amável sem senti-lo, não é real, é falso, é frágil e não há conexão. Por quê? Porque vem da cabeça, é apenas intelectual, desconectado. O coração não está presente no sentir e o outro percebe.

Por dentro está esta ira e a conexão com outro e com tudo é superficial, mas se você a expressa e solta a carga... O que aconteceria? Você se reuniria com o amor. Porque o amor esteve sempre aí. Realmente é impossível odiar alguém; se você soltasse a carga amaria a todos! Então expresse, siga expressando. Não acreditem em mim, não é necessário, mas sigam esvaziando-se, expressando a carga desses julgamentos e vão soltando até que o único que sobre seja a unidade, e todo o ressentimento tenha ido embora.

Normalmente temos esses sentimentos com alguns membros de nossas famílias, e temos que nos aproximar deles ao invés de nos afastarmos e falarmos nossa verdade, aproximarmos do outro e soltar o passado. Isso é superimportante, ir soltando a carga, sermos vulneráveis, abertos e deixar de fingir porque essa é uma parte sua que você está abandonando quando a evita, quando a julga ou diz que não. E logo você irá me contar suas novas experiências ao dizer sim e aproximar-se mais. Até a próxima.

Isha, mestra espiritual, Embaixadora da Paz e autora de “Por que caminhar se você pode voar?”

Texto original: http://www.mujeractual.cl/columna-isha-como-puedo-superar-todo-lo-dificil-y-doloroso-que-me-paso/
Tradução: Fabiana Simões

Nenhum comentário:

Postar um comentário