"Você é o que escolhe ser. Escolha o amor." Isha

terça-feira, 25 de outubro de 2011

ISHA FALA DA SOLIDÃO E DO VAZIO

Existem muitas pessoas que sentem um vazio interno que não se enche com nada e atribuem isto a falta de apoio emocional externo, que ninguém se preocupa com eles, a falta de cuidado dos outros, a falta de um companheiro, um amigo ou alguém da família. Enfim, por diferentes motivos o que nos falta recebe toda a culpa.Existem os que estão longe de sua terra movidos por necessidades econômicas e que não conseguem se enraizar ou sentir que pertencem, pois seu coração ficou lá, ficou com os outros, a família, o conhecido.Qualquer que seja a causa, o sentimento de solidão aperta o coração, fecha a garganta, nos faz ir para dentro e vivermos em pânico e angústia, nos sentimos vítimas do desamor. Mas muitas vezes temos este sentimento mesmo estando rodeados de pessoas, pois nossas velhas dores, nossas proteções para não sofrer e tantas coisas mais, nos fazem impermeáveis a compartilhar afeto.Por isto não podemos receber, não podemos detectar o que vem até nós, o que nos querem dar, pois este sentir fecha as portas. Outras vezes estamos tão aferrados ao passado, a nos castigar pelo que não fizemos ou pelo que saiu mal e temos tantos ressentimentos que criam uma couraça de aço que não nos permite aproximar, nem sentir mais que isto: o velho sentimento de rancor por algo que aconteceu. Por isto fechamos as portas para a vida e para as novas vivências compartilhadas. Geralmente percebemos que os únicos que o ressentimento realmente machuca é a nós mesmos.Temos uma tendência automática que as vezes se transforma em vício que é o sofrer. Meu convite é para que descubra algo que está esperando para ser despertado em você, está dentro, em seu coração, pelo simples fato de ser humano. E este caminho te leva a viver em amor-consciência. Quando expandimos o amor incondicional em nós mesmos, nos desfazendo dos medos e da bagagem que nos angustia e separa, a solidão é um sentimento que não existe.
A pessoa começa a abrir-se a receber, pois está dizendo um sim a si mesmo e a vida, estando presente em cada momento com o que é, em lugar de estar ausente, angustiado por aquilo que foi e encapsulado pelo medo a que volte a repetir. A consciência jamais está sozinha. Você pode ver uma criança e ela brinca sozinha, imaginando coisas, sentindo-se completamente dentro de si mesma em cada momento. NÃO pensa: seria mais feliz se tivesse mais amigos. Eles não pensam assim, somente criam sua própria diversão.
Tudo aquilo que você necessita está dentro, a consciência jamais está sozinha, porque está se amando. Desfruta de si mesma e vive completa dentro de si.
O que aconteceria se cada vez que te falta algo, que você volta seu olhar, seu sentir, sua percepção para fora para buscar algo, seguido de não encontrar, de sentir-se pesado, sem vontade, triste, sem forças, como se tivesse uma grande bagagem que pesa cada dia mais, que aconteceria se focasse em apreciar as pequenas coisas que te rodeiam, apreciar, mesmo não tendo sentido, a florzinha pequena que você quase pisou e que em sua pequenez goza de uma perfeição de linhas, de formas, até de aroma que é de se maravilhar? E se apreciar a criança brincando, o cachorro com seu osso, a mãe que carrega seu bebê, um casal de braços dados como se não houvesse mais ninguém no mundo, a nuvem que está por tapar o sol, um ruído de trânsito tão ruidoso que poderia ser uma sinfonia desafinada e desta forma você olhar tudo com apreciação? Notará que algo em seu peito ao invés de apertar, começa a se abrir e talvez em algum momento se veja com um sorriso que se esboça para fora. O apreciar é como dizer sim a tudo e talvez, só talvez, até comece a emanar esse sim e atrair a atenção de outros que vibram nesta sintonia, mas sem expectativas, sem fazer para conseguir, mas para viver o momento com outro sentir, com outra cor. Aprecie seu hoje e escute, se escute profundamente dentro e verás como a solidão e o vazio terão ficado para traz.

Autora: ISHA
Texto traduzido e enviado por Valéria Guimarães
Lindo texto Valéria, obrigada!
Aproveito para convidar os estudantes de Belo Horizonte para:

Exibição de um Darshan da Isha
Dia: próxima terça-feira, 01/11
Horário: inicio às 20hs (duração de cerca de 1h), em seguida a exibição do darshan faremos a nossa reunião de apoio ( só para estudantes) terminando por volta das 22hs. Para finalizar, que tal irmos juntos comer uma pizza? Afinal quarta-feira é feriado!
Local: Clube Nacional, Rua Josafá Belo 100, Cidade Jardim

Nenhum comentário:

Postar um comentário